Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

Por que rejeitamos?

Imagem
Lá na adolescência a gente se "apaixona" pelo cara mais bonito da escola
A gente diz não para o amigo legal por que não quer estragar a amizade
A gente diz não por que ele não é alto
A gente diz não por que ele não é tão bonito...
A gente desperdiça tanta oportunidade... e nunca fica com o cara mais bonito da escola

Aí a gente cresce e se apaixona por caras que a gente pode ter... em teoria
Na prática acaba não sendo bem assim...
E a gente continua arrumando desculpas para não aceitar aquele cara que esta ali te oferecendo o que você queria...
Por que rejeitamos a chance de sermos felizes?
Por que insistimos em achar algo perfeito?
Mas se apaixonar também não é importante?
Mas será que é preciso se apaixonar logo de cara?

E dá para desistir do sonho de ser correspondida por quem você se apaixonou?
Por quem você sente aquela química que não compreende?
Por quem você se identificou tanto?
Até onde podemos esperar?
Quanto podemos suportar?
No jogo da conquista qual é o limite para não perder o …
Minha vontade de te ver é tão grande que já está maior que minha vontade de comer
Só tenho vontade de ficar aqui deitada esperando que um dia você tenha tempo
De ficar lembrando cada detalhe para não esquecer seu rosto... Para não esquecer seus olhos azuis...
Olhos azuis sempre causam estragos na minha vida
Talvez por que o céu vai me lembrar todo dia
Que existe alguém com quem eu posso esquecer do mundo

Eu só queria entender por que...

Temos medo de ser feliz?
Procuramos a perfeição?
Usamos a perfeição para espantar a felicidade?

Eu só queria entender por que o coração quer quem não está disponível
Eu só queria entender por que o coração não bate mais forte por quem está ali oferecendo tudo

Eu só queria entender por que o cérebro e o coração não conversam, não se entendem...

Eu só queria entender por que eu encontro tudo separado... por que tudo não vem em uma pessoa só?

O seu...

Eu não sei a cor dos meus olhos
Só sei a cor do meu cabelo porque pinto
Eu não sei se choro ou se rio
Só sei que hoje eu queria um sorriso
O seu
Só sei que hoje eu queria um cheiro
O seu
Só sei que hoje eu queira um beijo
Só o seu, o seu e outro seu...

Desejo na cama

Imagem
Há dias que a gente acorda mas não levanta. Fica um pouco na cama contemplando o teto ou a luz que vem de fora. Mas não é preguiça. É só um desejo de que o mundo seja mais gentil. Que as decisões sejam menos dolorosas. Que a vida seja mais leve.
É só um desejo de que coincidências acontecessem. Que os medos passassem. Que o amor chegasse.
É só um desejo de que eu não precisasse tentar tanto. Que eu deixasse tudo fluir. Que tudo fluísse até encontrar o mar sem exaurir.
É só um desejo de paz. Dentro de mim em relação às coisas do coração.
É só um desejo de querer alguém que deixe-me amá-lo. Sem restrições ou padrões.
Ah são só desejos que parecem distantes de alcançar. Então aqui na cama permaneço desejando te encontrar, um pouco triste em saber que terei que esperar. Tentando não desanimar, não desistir, não vacilar. Tentando não pensar que hoje é só mais um dia e não um dia especial.

Cansaço da alma

Imagem
Hoje uma preguiça imensa encheu o meu ser
Uma preguiça tão grande que eu quase não consegui escrever
Escrever sobre o cansaço da tentativa
Sobre tudo aquilo que penso que deveria ter dito, perguntado ou discutido
Ah, como estou cansada!
Cansada de tanta regra, medo e receio!
De ter que pensar antes de seguir minhas vontades, meus desejos
De não poder demonstrar carinho
E ter que dizer tudo bem baixinho
Só para eu mesma ouvir
Esquecer que eu sou uma mulher muito viva
Para que você não se assuste e vá embora mais rápido ainda
Como se o perigo dessa vida fosse eu...
Quando o perigo é não encontrar alguém assim
O medo não é um bom guia
E eu sempre estou entre o viver e me conservar
Quando devemos ouvir o medo?
Não tenho o ouvido
Tenho me jogado em todos precipícios sem medo do impacto ao fundo
Tenho esperado o impacto me esquecendo da emoção da queda
Aprendendo a experimentar o vento
Aprendendo a experimentar tudo que é passageiro...