Desejo na cama

Há dias que a gente acorda mas não levanta. Fica um pouco na cama contemplando o teto ou a luz que vem de fora. Mas não é preguiça. É só um desejo de que o mundo seja mais gentil. Que as decisões sejam menos dolorosas. Que a vida seja mais leve.
É só um desejo de que coincidências acontecessem. Que os medos passassem. Que o amor chegasse.
É só um desejo de que eu não precisasse tentar tanto. Que eu deixasse tudo fluir. Que tudo fluísse até encontrar o mar sem exaurir.
É só um desejo de paz. Dentro de mim em relação às coisas do coração.
É só um desejo de querer alguém que deixe-me amá-lo. Sem restrições ou padrões.
Ah são só desejos que parecem distantes de alcançar. Então aqui na cama permaneço desejando te encontrar, um pouco triste em saber que terei que esperar. Tentando não desanimar, não desistir, não vacilar. Tentando não pensar que hoje é só mais um dia e não um dia especial.

Comentários

Luria Corrêa disse…
São exatamente as mesmas coisas que penso ao olhar pro teto que parece infinito todas as manhãs, em algumas tardes, em muitas madrugadas...como se a vida fosse seu próprio buraco negro.

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Um fuck pra sociedade!