Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Tchau Canadá!

Depois de tanta coisa se despedir do Canadá não foi difícil. Provavelmente porque eu tive muito tempo para digerir toda a tristeza o dia que fiquei o tempo todo no aeroporto, voltei e resolvi o que tinha que resolver dentro de mim e ao dizer tchau novamente senti o gostinho de quero mais, mas também uma alegria enorme de estar voltando para casa. Me senti em casa aqui, no entanto, sinto falta de todos e de várias coisas do Brasil. Sei que haverão momentos que desejarei voltar, que sentirei falta das novas amizades e dos olhos azuis, mas sei que posso voltar. Se eu voltaria, não sei. Se será a mesma coisa, não faço a mínima idéia. O que importa é que eu vivi tudo o que eu podia e da maneira mais intensa possível. Queria muito que existisse teletransporte! Continuar o que começou... Como não existe no futuro saberemos se essas pessoas passaram pela minha vida brevemente e ponto, cumpriram seu papel, ou se elas continuarão na minha vida. Seja virtualmente ou se nos encontraremos de novo. …

Trocentas horas depois... e dois dias para colocar os pés no chão!

Depois de esperar das 8h, mais ou menos o horário que resolvi as coisas no aeroporto, até 23:30h, horário que saia o vôo, fiquei sabendo que não tinha lugar mesmo, todo mundo apareceu! PQP! Que vontade de invadir o avião! Eu quero ir pra caaaaasa! Buaáááá! Bom, voltei todo o caminho para pegar todas as malas de novo. E esperei uma hora e meia por elas... que nervo viu! Já achei que os imbecis tinham mandado tudo para o Brasil... ia ser trágico!
Foi bom voltar para Guelph... resolver assuntos inacabados, olhar a situação por novos ângulos, perceber outras nuances. Passei sábado e quase todo o domingo com os olhos azuis. Vi outro lado dele no sábado e conversamos sobre tudo no domingo. Sábado a noite foi muito bom, em partes. Dancei e me diverti um montem no NV, onde tudo começou.
Aprendi mais uma coisa nessa viagem. Na verdade eu já tinha aprendido, mas nunca colocado em prática. Cuidar de mim mesma, controlar o coração e escutar mais a razão. Nós, seres humanos, em especial as mulheres, t…

Ai meus sais!

Imagem
Segunda-feira. Email do editor da revista dizendo que o artigo não se encaixa na revista. Comecei então a mudar tudo para mandar pra outra. Fomos tentar achar besouros embaixo de madeira e afins. Andamos pela beira do rio enquanto a maré estava baixa. Foi bom, apesar das amigas moscas. No final ficamos sentados e jogando pedras na água para o Nelson tentar pegar. Ele ataca o splash da água e ficava chorando se a gente parava... tão engraçado!!! Depois do almoço dormi. Aí terminei o artigo e mandei para outra revista. Internet, música... Terça-feira. Só o Peter pode ir no helicóptero. Pouco vento, tinha que ter menos peso. Saco! Bom, fiquei fazendo relatório e depois do almoço fomos pegar o que tinha nas armadilhas que colocamos em York Factory. Voltei, arrumei minhas coisas... e é isso! Foi tão engraçado o Bownser me seguindo hoje... bonitinho! Depois ficou chorando na porta do meu quarto... Quarta-feira. UHU! Dia de ir... Arruma o resto que falta e espera... o avião vinha 8h, depois 8:3…

Songs for the day

Coldplay - Vejo Você Em Breve


Então você perdeu sua confiança
E você nunca deveria ter perdido, nunca deveria ter perdido
Mas não se preocupe
Se você ja viu isso
Não responda

Vestindo um colete a prova de balas
Com todas as janelas fechadas
Eu vou estar fazendo o meu melhor
Vejo você em breve
Em uma lente de telescópio,
E quando tudo que você quer for amigos,
Vejo você em breve

Então eles vieram por você,
Eles vieram estalando seus calcanhares
Eles vem estalando o seu calcanhar
Mas não se preocupe
Se você já viu isso
Não responda

Vestindo um colete a prova de balas
Com todas as janelas fechadas
Eu vou estar fazendo o meu melhor
Vejo você em breve
Em uma lente de telescópio,
E quando tudo que você quer for amigos,
Vejo você em breve
Vejo você em breve

e oh, você perdeu sua confiança
e oh, você perdeu sua confiança
e oh, não perca perca sua confiança
e oh, você perdeu sua confiança




Apenas um desvio na cor...


Coldplay - Olhos Verdes


Querida, você é uma rocha
Sobre a qual eu me sustento

York Factory 4

Imagem
Dia ensolarado!
De manhã fomos coletar insetos. Foi bom, distrai.
Depois do almoço era para ter ido novamente, mas dormi e não escutei me chamarem. Merda!
Acordei e fiquei trabalhando no computador. Estudei a apresentação e fiz relatório. Pessoa doida... inspiração em cada hora! Pelo menos né, já que não podia sair sem guarda de urso.
E o coração... não vejo a hora de voltar. E ao mesmo tempo já estou morrendo de saudade de Guelph, ou melhor... Queria tanto uma máquina de teletransporte.

York Factory 3 e Wapusk Park 2

Imagem
Outro dia nublado! Que vontade de ficar na cama...
Levantei e descobri que a gente ia sair de helicóptero de novo. Na primeira parte fui no banco da frente. Legal! Mas hoje me senti muito mais enjoada que ontem, credo! Curti a paisagem, porém não via a hora de voltar ao chão. Vimos pegadas de lobo. Que lindo! Tinha grandes e pequenos... bebês! Ai, que fofo!
Voltamos e nada de belugas no rio de novo :(
Almocei e tirei um cochilo. Fomos checar as armadilhas aqui de perto, demos uma volta e é isso. Com esse frio nada para coletar com rede e nada para fazer.

York Factory 2 e Wapusk Park

Imagem
Dia 15 de julho. É hoje! Dia do helicóptero. Café da manhã: cereal. Ai como eu queria um pão de queijo! Antes de partir fiquei acariciando o Nelson. Quando parava o danadinho me dava patadas para voltar a acariciá-lo. Fofo! Ficou olhando com uma cara de dó quando parei de vez. Tinha que entrar no helicóptero. Como sai do chão rápido! Paisagem estonteante. Pena que amanheceu chovendo. O bom é que estava frio, então não tinha tanto mosquito assim. Só alguns. Colocamos armadilhas em quatro lugares. Vi um urso polar correndo no meio dos pinheiros.Pena que foi rápido e meio longe para o alcance da minha câmera. Mas me emocionei! Que enorme e gordo! Gostei de voar de helicóptero, embora tenha ficado um pouco enjoada. E pena que não vimos as belugas no rio. Voltamos quase 14h. Tomei uma sopa para esquentar e cama. Dormi por duas horas e depois passei o resto da tarde na internet. Chuva e vento, sem insetos e nada para coletar e fazer.

York Factory 1

Imagem
Dia 14 de julho. Acordei com o cara do trem gritando alguma coisa. 6:20h. Bom, deve ser para a gente acordar, porque a chegada era 6:30h. Que preguiça! Que vontade de ficar lá! Mas, tivemos que descer. Bom, 3 horas para o vôo para York Factory. Café da manhã no hotel de Gillam, Gillam Motor Inc. Que saudade de pão francês com manteiga e um iogurte, mas comi ovo, bacon, torrada e batata. Voltamos para a estação para pegar as coisas e esperar o único táxi de Gillam hehehe Cheio de pernilongo e mosca! PQP! Fomos para o aeroporto e esperamos um tempo lá.Carregaram o avião com nossas coisas e mais comida e partimos. Estava com medo, mas foi até que sossegado. Chegamos em York Factory, descarregamos as coisas, colocamos em um carrinho que levou até a borda do rio e lá colocamos tudo na canoa e atravessamos o rio. Lá as coisas foram puxadas ladeira acima e aí de carrinho de novo até a casa. Depois de colocarmos tudo no lugar almoçamos. E eu achando que já era fim de tarde. Fomos dar uma volta.…

Conhecendo Churchill

Imagem
Dia 13 de julho. Dia de relaxar. Primeiro instalamos as armadilhas em Churchill. Depois fomos dar umas voltas. Vi o rio Churchill... e nele, as belugas, os dois pontos brancos na foto!  Vi o Fort Malden de longe e lá havia uma ursa com dois filhotes já grandinhos. Vi com o binóculo. Longe, mas lindo! Vi o porto, o lugar onde estocam trigo. Que enorme! Passeamos por algumas estradas para ver a paisagem, mas o lugar é pequeno, então não durou muito. Na volta para o alojamento vimos 3 ursos andamos na beira da Bahia de Hudson. Longe de novo, mas algumas lágrimas rolaram. Que coisa mais linda que é esse mundo! E claro que me perguntei “por que o ser humano tem que destruir as coisas?”. Bom, deixa para lá nesse momento. O resto da tarde foi para arrumar as coisas. Jantamos. Conheci pessoas legais nesse lugar, pena que foi pouco tempo! E fomos para a estação do trem, voltar para Gillam de novo. Que treta o trem! Os nossos lugares eram para cama, já que seria 11 horas de viagem. A poltrona vi…

Nos trilhos: Churchill-Gillam-Churchill

Dia 11 de julho. Acordamos cedo, café da manhã e fomos para a estação de trem.
Chegamos lá e nada do rapaz responsável pela caminhonete que anda nos trilhos do trem! Pergunta de lá, pergunta de cá, descobrimos que ele está em um hotel. Fomos até lá e ele pediu para a gente encontrar com ele 10h. Bom, ainda faltava uma hora, então fomos tomar café da manhã de novo. Ovos, torrada e “harsh browns”, que é batata picada em cubos frita. Voltamos na estação, colocamos as coisas na caminhonete especial e fomos!
Vi a tundra, lagos e mais lagos, pinheiros e mais pinheiros e fiquei encantada com os liquens que cobrem quase tudo. No começo pensei “O que é isso? São flores? É areia?”. Era líquen. No primeiro dia eram fofos, porque tinha chovido, a gente pisava e afundava. Parecia que estava andando em um colchão.
Vi paisagens de “transição”, que tem características de tundra, mas que já possuem árvores maiores. E chegando em Gillam vi a floresta boreal. Linda!
Agora, tem uma coisa que irrita, as porra…

E começa a aventura!

Imagem
Dia 9 de julho. Como é difícil dizer tchau. Parece que quanto mais perto da hora de ir melhor ficava. Rimos tanto nessa “última” noite. Acho que ele se apaixonou mais pelo brigadeiro do que por mim, mas tudo bem! Hehehehe E pela primeira vez comi um prato de salada inteiro... e só de salada! Alface, tomate, cenoura, queijo feta e um temperinho especial. O que os olhos azuis não fazem...
Engraçado, sempre antes de viajar não durmo direito, acordo a cada meia hora... dessa vez dormi feito um anjo!
Dia 10 de julho. A viagem tinha que começar com emoção né! Claro, o que eu vou contar pro povo se der tudo certo demais?! Acordei e pensei “nossa! como está claro”. Olhei no relógio: 6:10h! Puta que pariu, fudeu! Só podia pensar isso. Tinha que ter acordado 4:50h, já que tinha que encontrar Peter e Tom 5:30h na Universidade para ir para Toronto. Vôo 8h. Bateu o desespero. Troquei de roupa em segundos pensando “O que eu faço?! Puta que pariu, nunca aconteceu isso antes, meerrrrda”. Christoph... c…

She's living like is the last night on Earth...

Imagem
Ai ai ai ai... Tá chegando a hora... o dia já vem raiando meu bem e eu tenho que ir embora!

Ontem o primeiro abraço de despedida foi da Andrea. Muito querida ela, como dizem meus amigos gaúchos. Que abraço apertado! Como é bom pessoas de bem cruzarem o caminho da gente.
Sai do lab com uma sensação boa, estou indo, mas valeu muito a pena.

Cheguei em casa, fui lavar roupa... Yara chegou, ficamos conversando, jantamos.
Fomos para McCabe's e tomamos umas cervejas e tiramos umas fotos...


Ai fomos para o NV, onde tudo começou... hehehe
Estava muito bom... vou sentir saudades desse povo e desse pequeno bar... mas não tenho nenhuma história mirabolante dessa noite. Tudo muito tranquilo, na paz. Conheci um brasileiro que é amigo dos olhos azuis. Tão estranho falar português no bar hehehehe
Ah, tenho sim uma coisa engraçada... um cara conhecido deles... vestido com roupas de mulher, até sutien!

Friends/Amigos

Friends are the most important thing in life
Amigos são a coisa mais importante na vida
Today I had a small talk that made my world much lot better
Hoje tive uma conversa que fez meu mundo muito melhor
This friend made me realize what happened to me
Esta amiga me fez perceber o que aconteceu comigo
We, as human beings, tend to focus on the bad things...
Nós, como seres humanos, tendemos a focar nas coisas ruins...
She made me focus on the good things that happened to me lately
Ela me fez focar nas coisas boas que aconteceram comigo ultimamente
How I rediscovery myself and opened my heart
Como eu me redescobri e abri meu coração
How I've lived beautiful and great moments
Como eu tenho vivido momentos lindos e ótimos
How I've met such nice people...
Como eu conheci pessoas tão legais
And that I should be happy about it
E que eu deveria estar feliz com isso
That I should thank for what I wished for and came true
Que eu deveria agradecer pelo que eu desejei e se tornou realidade
It doesn…

All that you can't leave behind

And you feel like you've lost what you don't have... E você sente como se tivesse perdido o que não tem...
You feel like it's not fairVocê sente como se não fosse justo
Not fair to have something for so shortNão é justo ter algo por tão pouco tempo
Not fair to want someone around and have to go awayNão é justo querer alguém por perto e ter que ir embora
Not fair not to see how it would end, if it would endNão é justo não ver como acabaria, se acabaria
Not fair to feel this way again in a long time and have to leaveNão é justo se sentir dessa maneira novamente em tanto tempo e ter que partir
Not fair not to know what to think and how I was supposed to feelNão é justo não saber o que pensar e como eu deveria me sentir
You feel like there's nothing you can doVocê sente que não há nada que possa fazer
Except leave all behind... but you don't want toExceto deixar tudo para trás... mas você não quer
All you can do is cry Tudo o que você pode fazer é chorar
And then try to remember…

Mas que fofuras!

Imagem
Dispensam palavras... só uma coisa: Ah! Mas vou agarrar tanto!







OFICIAL - Dunga em um dia de Fúria 4 (BRASIL x HOLANDA ) - Parte Final

Um dia em Toronto

Imagem
Toronto! Chegando lá pensei: que saudade de cidade grande! Bom, durou pouco... muito barulho, muita gente hehehehe Fui com a Raquel. Primeiro tentamos achar o Eaton Centre... pensamos que estávamos em um lugar, mas estávamos em outro hahahaha Um cara viu a gente com o mapa e veio perguntar se queríamos ajuda! Aí fomos para Chinatown. Bom para comprar bugigangas... não tive coragem de comer em lugar nenhum hahaha Paramos para almoçar em um lugar chamado Sushi & Bento, saindo de Chinatown. Tão bom!!!! Comi um sashimi combo, bom, bonito e barato... De lá fomos para as lojas de roupa. Forever 21 e H&M primeiro. Que loucura! Promoções e muita gente. Pena que eu não tinha mais dinheiro... isso já no Eaton Centre. Que enorme! Nem vi tudo! Na praça na frente desse lugar estava uma loucura, rolando o festival de jazz de Toronto. Cidade grande é tudo igual mesmo né! Gente bonita, mas muita gente feia e bizarrices. Cada figura! Falam do Brasil... vi uma cena que nunca vi antes. Em um galeria p…