Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

França plus

O fim de semana foi ótimo! Fui para Lyon visitar minha amiga Patucha. Me diverti e ela e sua família me mostraram a cidade, a catedral, o centro, as lojas. Ao maior parque da cidade (Tete d’or) onde há estufas com plantas de vários locais. E como é bom estar com amigos e falar português! Curti o Raphael, o filhinho dela. Comemos uma pizza sábado a noite no Flam’s (www.flams.fr). Bom, uma não, várias (risos). É uma pizza bem fina típica do norte da França. Delícia! Adorei o final de semana. Os dias em Avignon tem sido tranqüilos, como sempre. Fui jantar com Bernard e sua família em um restaurante chinês na sexta. Viva a globalização! (risos) E depois fizemos um tour noturno pela cidade. Que linda à noite! Tudo iluminado! Fomos até um castelo, foi legal. Pena que não vai dar para voltar lá e explorar o local durante o dia. Na segunda o pessoal do laboratório fez um almoço para mim no laboratório. Achei uma graça da parte deles! Montaram uma mesa no jardim. Tinha vinho, pão com recheio de …

Coração apertado

Imagem
Há dias que acordo com o coração apertado. Na maioria das vezes é por causa de um sonho. Sonho onde uma dessas situações aparece: eu preciso ajudar alguém; alguém está muito triste; estou triste; estou fugindo; briguei com alguém; ou seja, sempre algo desesperador. Algumas vezes é com pessoas que gostaria de reencontrar novamente. As vezes é impossível e as vezes é possível. Só sei que não faz tanto tempo assim que eu estou longe, no entanto, desde ontem a saudade tomou conta do meu coração. Uma vontade de chorar. Uma carência. Se pudesse voltava nesse momento. Já senti saudade, já senti vontade de voltar para casa, já fiquei triste por estar longe, mas não dessa forma. Como se precisasse voltar. Como se alguém estivesse precisando da minha ajuda. Uma melancolia. Eu estou curtindo esse tempo aqui. É um tempo especialmente difícil. O final de uma fase. A tese. Novas decisões que precisarão ser tomadas. E estar aqui me ajudou a ficar calma em relação a tudo isso (antes de vir eu estava en…

voilà!

Quinta-feira chego na moradia e há um jantar “ardèchois”, que se refere a uma região da França. Foi divertido e eu comi muito bem. Adorei! E descobri que até agora meu queijo preferido chama-se Picodon. Sugestivo, hã?! (risos) Sexta-feira foi normal (laboratório, telas sem chegar, sem abelhas), exceto que encontrei um cara que conheci no curso de campo do Chile, em 2007! Que surpresa! E marcamos de fazer algo no sábado. Que bom! Achei que não ia ter nada para fazer a não ser trabalhar. Fui ao mercado, passei um bom tempo lá aprendendo novas palavras (risos) e pensando que queria ter mais tempo para conseguir experimentar tudo de diferente. Vi que não sou só eu que me atrapalho na hora de passar no caixa rápido (risos). Mas dessa vez eu não me atrapalhei. Só acho que quando você muda para inglês o som da máquina fica mais alto para você passar vergonha, porque a porra da máquina nem registra um item e já fala “por favor coloque o item na sacola/ passe o próximo item... (2 segundos) pass…

De lundi (segunda) até o momento…

Imagem
Melhorei! Passou aquele sentimento ruim. Estou me sentindo alegre, curiosa e curtindo em estar aqui, como eu me sinto eu todo lugar novo. Provavelmente era TPM associada a dificuldade do início e ao impedimento lingüístico. Fomos (Selin, Felipe e eu) novamente a plantação de kiwi na segunda. Lotado de abelhas. Das abelhas que não preciso (risos)! Só vimos uma Bombus (mamangava de chão) e ela passou bem longe do meu aparelho. Hora de almoçar. Fui com Selin (não sei se é assim que escreve, que vergonha!) comprar algo para comer em um vilarejo. Tão, mas tão fofo! Tudo antigo, ruas estreitas, parecia coisa de filme da época medieval ou algo assim. Tentamos alguma padaria (boulangerie), mas nos lugares pequenos os estabelecimentos fecham na segunda. Olha só não é só lá no fim do mundo do norte do Canadá! Conseguimos comprar em um supermercado no meio do caminho, mas foi por pouco, ou melhor, porque a moça foi legal em deixar a gente entrar porque fechava 12h. Pagamos a conta 12:04h com a pe…

Mais França!

FOTOS: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.2062138233033.2125219.1232018299&l=46e5fded30

05/05/2011
Claro que acordei tarde. Cansada pra caramba! Comi algo e fui para o laboratório. Chequei email, conheci mais umas pessoas. Fomos visitar a plantação de kiwi e pude ver um pouco de Avinhão. Adoro essas muralhas antigas, castelos, torres. Vi a famosa ponte e o palácio dos Papas. Fui curtindo a vista e meu autismo, porque eles conversavam o tempo todo em francês. A volta foi engraçada. Bernard dirige de forma meio maluca e os alunos ficavam rindo, fazendo caretas, interagiram comigo um pouco.
Trabalhei e quando me deu fome vim para a moradia. Foi difícil dormir. Esse fuso me mata!

06/05/2011
Logo cedo fui com uma aluna na estufa. Fiquei observando para ver como estava o movimento de abelhas lá. Como essa abelha é fofa! Que vontade de apertar! Parece de pelúcia!
E não é que está calor por aqui? Assim, calça e camiseta de boa. Se soubesse tinha trazido mais camiseta e deixado de man…

Bonjour!

Imagem
Pois é, mais uma vez o blog vira um diário de viagem. Dessa vez não tão fácil de atualizar. Peço desculpas pela ausência. Espero que logo dê tempo de dar uma passidinha pelos blogs queridos.  Um pouco de cada vez sobre a viagem! Destino: Avinhão (Avignon), França. Objetivo: gravar a vibração da abelha Bombus terrestris enquanto poliniza tomate, berinjela e kiwi. Detalhe: menos de dois meses para terminar a tese! 03/05/2011 Por que diabos eu deixei tanta coisa para arrumar no dia de ir? Me bateu um medo de esquecer algo importante. Nunca fico com medo de viajar, mas dessa vez fiquei. Medo de implicarem com minha entrada no país por na carta estar escrito que eu sou estudante, embora eu esteja indo fazer pesquisa e pesquisador pode ficar até 90 dias sem visto. Turista também. Medo de implicarem com minha bagagem de mão porque o aparelho para gravar mais o computador estão no limite (ou mais?) de peso dessa bagagem. Medo de me perder, perder o trem (insano isso, já cheguei lá na puta que pari…