deixe-me viver

Não coloque rótulo nas minhas vontades
Não diga o que eu posso fazer
Não restrinja o que eu posso dizer
Deixe-me viver

Não limite meus sentimentos
Não imponha barreiras...
Nem muros, nem cercas...
Deixe-me viver

Não se importe com o amanhã
Não se importe com as consequências
Não se importe se alguém sairá magoado
Deixe-nos viver

Que a única regra seja a sinceridade
Que a única resposta seja sim 
Que o único medo seja o de não sentir...
Deixe que os momentos se repitam por dias e dias até a vontade acabar
Deixe a vida fluir
Deixe tudo acontecer...



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Desconstruindo