I want it all! Eu quero tudo!


Sometimes it is hard to contain all the questions that arise when I realize I've lost some things simply because I’ve been always leaving.
(às vezes é difícil conter todas as perguntas que surgem quando eu percebo que eu perdi algumas coisas simplesmente porque eu estou sempre indo embora)

Why is it so hard not to ask if it would work? Why is it so hard not to ask whether that would last or not? Was that so perfect after all? Probably not.
(Por que é tão difícil não perguntar se teria dado certo? Por que é tão difícil não perguntar se ia ou não durar? Era tão perfeito, afinal de contas? Provavelmente não.)
Still, it’s often on my mind.
Maybe because I still haven’t found what I’m looking for… better said, who.
(Mesmo assim, frequentemente está na minha mente. Talvez porque eu não tenha encontrado o que eu estou procurando... melhor dizer, quem.)

But I wouldn’t forgive myself for all the things I would have missed if I hadn’t left.
(mas eu não me perdoaria por todas as coisas que eu perderia se eu não tivesse ido embora.)

The world. Call me. Inspire me. Challenge me. Amazing world. Are you going to keep me happy? Aren’t we here to learn and evolve? Learn to love. Is it possible that love like the way I’ve been loving keep me forever happy the way I am?
(O mundo. Me chama. Me inspira. Me desafia. Mundo maravilhoso. Você vai me manter feliz? Não estamos aqui para aprender e evoluir? Aprender a amar. É possível que o amor como eu tenho amado me mantenha feliz do jeito que estou para sempre?)

It's hard not to ask why I can’t have it all.
(É difícil não perguntar por que não podemos ter tudo.)



Comentários

LetBee disse…
Amore, ainda bem que, assim como o Bob, a gente sempre pode se divertir! Te amo, beijo.

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Um fuck pra sociedade!