Reticências do animal migratório

Museu Oscar Niemeyer - Curitiba
Às vezes esqueço quem sou eu e quando me pego tentando lembrar, gosto do que penso. Ao mesmo tempo me vem um medo de ser quem eu sou. Medo de ser um animal migratório solitário e não como os elefantes. Medo de perceber que o que eu quero não seja o que eu preciso. Medo de ter tanto medo. Por que eu simplesmente não aceito que eu gosto de mim mesma e ponto? Por que eu coloco meus defeitos como a causa de ainda não ter encontrado o animal migratório complementar? Por que eu duvido do que acredito? Esse animal migratório anda com muitas perguntas perseguindo seus rastros. Quando é só aceitar quem ele é.



Comentários

Alê disse…
Creio que, quando a gente para de lutar contra a gente mesmo, as coisas fluem melhor,



Bjkas
Nilson Barcelli disse…
Todos temos defeitos. Por isso, trata de olhar para as tuas virtudes, que certamente serão muitas...
Querida amiga Patrícia, tem um bom Domingo e uma boa semana.
Desejo-te um Feliz Natal e um ano de 2012 cheio de coisas boas, extensível aos que te são mais queridos.
Beijo.
ººº
Gostei da postagem ...
Jefferson Reis disse…
É muito difícil aceitar quem realmente somos. Nos acostumamos a mudar tudo o tempo todo. Estamos nos tornando cada vez mais perfeccionistas; nas coisas, nos outros e em nós. Às vezes cobro tanto de mim mesmo, que me espanto ao perceber a crueldade a que me trato. Mas o que seria da vida sem um caminho de mistério?
Be Lins disse…
...e tem amor mais complicado do que esse, justamente esse,
o amor e aceitação da gente mesmo?

Patricia,
quero agradecer bastante sua companhia ao longo deste ano e deixar aqui meus votos de que seu Natal seja cheio de luz e amor.

grande beijo,
Be


p.s.
também fiz uma foto assim no museu,
parece que se está entrando numa nave, né?
Luna Sanchez disse…
Um olhar mais apudado e generoso sobre si pode operar milagres.

;)

Beijo, flor.
Cadinho RoCo disse…
Invista mais na fé que faz por merecer seu próprio ser e encare sem temor as indagações que surgem em contribuição ao seu caminhar.
Cadinho RoCo
Parabéns pelo seu ótimo Blog!

A nossa companhia de teatro deseja que você, sua família e seus amigos tenham

UM FELIZ NATAL E UM FELIZ ANO NOVO!

E que DEUS possa ainda mais nos honrar com as belezas de seus trabalhos para sempre!

Clemente.

Cia. De Teatro Atemporal.
Thayana Shasta disse…
Me identifiquei extremamente com o que acabei de ler, na verdade me identifiquei com a maioria dos teus textos!

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Um fuck pra sociedade!