... e há milhões dentro de mim.


Milhões de sentimentos que se misturam e formam novas cores
Milhões de contradições, é um querer ir e querer ficar
Milhões de personalidades, é um querer se extroverter sendo introvertida
Milhões de vontades
Milhões de realidades e realizações
É um querer ser livre sem estar sozinha
É uma cachoeira fazendo um buraco no peito
Uma lagoa sem fim de água fria que entristece e refresca
São ventos soprando para todos os lados: norte, sul, leste, oeste
São demônios lutando com anjos em uma paisagem vermelha e verde
É o renascer de cada dia na palavra que não faz mais sentido
E que cura e que machuca e que beija suavemente e voa...
E há milhões dentro de mim, e sempre haverá!
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Um fuck pra sociedade!