Brigando com o tempo

Eu não quero passar a vida desejando que seja outro dia. Não quero querer que o tempo passe logo. Não quero ansiar pelo futuro. Eu quero ter prazer em viver, aqui e agora. Mas não sei qual é a peça que está faltando. Até faço ideia de sua forma, mas onde ela está? Se tudo tem seu tempo, como posso parar de querer que o tempo de me sentir completa chegue? Um dia lutei contra o passado, hoje luto contra o futuro. Talvez o passado ainda me assombre, me fazendo não ter tanta fé de que o futuro trará momentos mais ternos, mais amorosos, mais apaixonantes. Um dia quis ser tocada de leve, e fui. Um dia quis que alguém escrevesse sobre mim, e escreveram. Um dia quis deitar na grama e esquecer do mundo, e esqueci. Um dia quis que alguém descrevesse meus olhos como "esses olhos meio castanhos meio verdes, que olhar!", e ouvi. Agora só quero que alguém fique. Agora só quero me sentir infinitamente nós. Mas que não seja por um instante. Que sejam instantes de vários dias. Que queira ser para sempre.

Comentários

Cristiane Silva disse…
Lindo Pa! Vc descreveu o que sinto atualmente também. Adorei.

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Desconstruindo