Não-pensantes



Eu odeio essa cultura de não-pensantes. Não porque temos que pensar sobre tudo o tempo todo (embora eu seja meio assim), mas porque ela desvincula as pessoas de pensar em pelo menos algum momento. E pior, de agir além de balançar a bunda.
Tudo bem, gosto é gosto e dizem que não se discute. Mas eu acho que na situação em que se encontra o mundo se discute sim. Qualquer um pode fazer uma música hoje em dia e fazer sucesso. Com qualquer voz (isso é o pior, nem voz bonita a pessoa tem) e qualquer aparência. Não que aparência seja fundamental para a qualidade da música, mas se a música é ruim, era de se esperar que pelo menos o sujeito fosse bonito. O que não é o caso. Se notarem bem, as músicas que andam fazendo sucesso tem alguma derivação pequena em umas quatro frases e na ordem em que são cantadas. E um pouco no ritmo. E é tudo, menos ou mais depravado, sobre sexo. Não sobre amor, paixão, sentimento, vida, alma, mas somente sexo. Do tipo mais fútil possível. Não que sexo casual não seja bom, só que andam confundindo sexo casual com filme pornô. E depois ouço as meninas reclamando que os homens só querem saber daquilo. Como exigir ser tratada como "lady" se a música do recinto prega que a "pegação" é o legal, a "balada" é só para beijar na boca, no mais leve dos casos, e todo mundo está vestido de moda praia sem estar no litoral? Como as pessoas se espantam com o comportamento dos adolescentes se o que eles estão fazendo é exatamente o que tem sido pregado nos meios de comunicação como meio de curtir a vida?
Mas isso é outro assunto. Aqui quero expressar minha revolta de como todos estão sendo treinados a não pensar. O que mais me incomoda nas músicas da moda, além de tocarem e incomodarem meus ouvidos, é que ninguém nem precisa pensar para captar as mensagens das músicas! E nos programas da moda é que ninguém precisa usar a imaginação para saber o que vai acontecer depois daquele beijo romântico entre os protagonistas!
Estamos sendo treinados a não pensar e a não usar a imaginação. Na escola os professores só tem tempo de fazer os alunos decorarem, não há tempo nem meios para ensinar os alunos a pensarem. E eu ouvi de alunos que eles não tem motivo nenhum para aprender o que é ensinado na escola, ou seja, eles nem sabem mais o quanto é importante ter cultura. Eles não relacionam o que aprendem na escola com a vida. Nem sei como ainda me espanto quando alguém tem que pensar muito antes de me voltar o troco ou não o consegue fazer sem uma calculadora. O conhecimento é visto como inútil. Útil é saber fazer algo que traga FAMA. Útil é ser malandro, "se dar bem".
Assim, o que me preocupa não é o gosto musical/teatral das pessoas nem a distração momentânea, a qual é totalmente saudável e necessária. É a alienação constante que tudo isso tem gerado. São os valores pregados. É o poder que a mídia tem em transformar uma pessoa em ídolo de uma nação, em importante, em interessante, em bonito e essa pessoa não ter feito NADA para ser ídolo. Os ídolos de antigamente eram pessoas inteligentes, interessantes, pensantes e que mudavam o mundo, traziam mensagens. E todo mundo sambava ao som de músicas que diziam bem mais do que "vou te pegar" (ver vídeo), ou pelo menos era um "pegar" diferente. Como eu tenho saudade do amor de antigamente! Demorava para ser ídolo, demorava para uma pessoa mostrar e provar o seu valor. Afinal, leva tempo mesmo para saber se algo/alguém tem valor mesmo. Não é à toa que os ídolos de hoje duram pouco, ufa!
Talvez esteja sendo radical, chata, ou qualquer outra coisa. Talvez esteja totalmente errada (errada em algum ponto com certeza estou). Espero que eu esteja. Porque eu tenho a sensação de estarem transformando as pessoas nos animais que são. Ou pelo menos liberando os animais que são. E antes parecia que a humanidade estava entrando no caminho de ser os animais que podem ser com tamanha imaginação. O respeito gerava falta de liberdade e agora a liberdade gera falta de respeito.




Outros "revoltados":
http://literatortura.wordpress.com/2012/01/03/a-epoca-do-bom-senso-ja-passou-resposta/
http://noticias.r7.com/blogs/o-provocador/2011/12/12/mulher-agora-usa-uniforme-de-biscate/
http://promotordejustica.blogspot.com/2009/01/po-e-circo.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Um fuck pra sociedade!