Repelente - Repelent







Eu sou assim, repelente.
Eu sou assim, o contrário do esperado.




Gosto de dor.
A dor da tatuagem.
A dor dos músculos ao se exercitarem.
A dor da saudade.
A dor da verdade.
A dor de amar... e não ser amado.
A dor de querer amar... e não ser encontrado.
(Acho que não sou encontrada porque amo a procura, a espera, as possibilidades, o que posso imaginar)


Gosto da solidão.
De ficar sozinha por horas, dias, imersa somente em meus pensamentos.
Sem emitir um som.
Sem ver ninguém.
Digerindo o meu eu.
(Sinto falta de ficar sozinha)
Gosto de poemas tristes.
Sobre desilusão
Espera
Saudade
Paixão


Gosto. Demais.





That’s me, repellent
That’s me, the opposite of expected

I like pain
Tatto pain
Muscle working out pain
Missing something pain
Truth pain
Love pain… and not be loved back
Wanting to love pain… and not to be found
(I guess I’m not found because I love the search, the waiting, the possibilities, what I can imagine)

I like loneliness
Being alone for hours, days, immerse only in my thoughts
Without making a sound
Without seeing anyone
Digesting what I am
(I miss being alone)

I like sad poems
About disillusion
Waiting
Missing
Passion

I like. A lot.

Comentários

Izabela e Julia disse…
algumas dores são legais... mas quando elas são fracas e te trazem (ou te recoradam) algo de bom...

mas em geral eu prefiro não sentir dor... :D

adorei o texto
Michelle disse…
As vezes é necessário ficar só, é verdade. Porém, como é bom também compartilhar momentos especiais com amigos e pessoas queridas.
Também aprecio a beleza das poesias!

BeijosS :)
Long Haired Lady disse…
eu me alimento das possibilidades...

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Desconstruindo