Devaneios de bióloga 4 - O caos

Há dias leves. Há dias alegres. E há dias como hoje. Dias em que olho para o mundo e penso que não o entendo. Não entendo as pessoas. Não entendo como o conjunto de pessoas pode ser tão caótico. Pequenos ou grandes aglomemerados, não importa. É sempre um caos. E um caos gerado pelo egoísmo. Não entendo como podemos ter evoluído como sociedade. Por que não somos como certas aves que voam em bando sem nem se trombar? E os morcegos voando juntos nas cavernas então? Tudo bem que esses possuem sonares, mas... Ah! Ô bichinho caótico esse ser humano! Esse trânsito ainda me faz perder a cabeça. Não entendo pra quê tanta pressa. Por que geramos tanto caos para nós mesmos?
Acho que tá na hora de extinguir... será que vai ser um evento aleatório (como um cometa) ou vamos continuar nos matando aos poucos no dia-a-dia até a desigualdade gerar tamanha revolta e nos matarmos em uma guerra declarada? Porque em uma não declarada gente morre todos os dias. Sem mencionar a destruição do planeta. Mas isso é assunto para outro devaneio...

http://dilmanarede.com.br/sindicalismo-com-dilma/blog/a-importancia-do-transito-na-sociedade

Comentários

Luna Sanchez disse…
É raro o dia em que não me sinto, pelo menos uma vez, seja por uma razão boa ou ruim, inadequada.

Um beijo.
Eric Maffer disse…
Ótima reflexão. Vez ou outra fico assim, e me pego pensando em tudo isso que você escreveu. O caos anda tão instaurado na sociedade, que ao pensarmos em um fim pra tudo isso; o que vemos são duas opções: Filas gigantescas se formando ou um grande conglomerado de pessoas se matando até mesmo pra dar Adeus a esse mundo.
PATRÍCIA disse…
Isso é o efeito do mundo moderno, tornando muitas pessoas mais materialistas, consumistas, intolerantes,individualistas, isoladas do convívio social (só fazem em redes sociais) e o pior se tornando as vezes pessoas frias sem um mínimo de compaixão para com o próximo. Se esqueçem do mais importante, cuidar da alma, para que esses sentimentos mesquinhos não as consumam. Parabéns pelo texto, xará.Vou vir mais ler seus devaneios, he,he.
Bom final de semana e bjs

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Desconstruindo