Cultura dos descartáveis


Música que dura uma estação. Música da moda. A música que todos estão ouvindo. Você não gosta? Eu não. Eu gosto do que é bom, não importa a maioria. No meu mundo eu sou a rainha, nada de democracia. No meu gosto mando eu. Mas essa música é velha, Patrícia! Pois é, mas é genial e vou ouvir um milhão de vezes se ela tocar meu coração e/ou minha mente.

Copo descartável, prato descartável, talheres descartáveis, corte a árvore, cimente seu quintal, não ande a pé, roupas para uma só estação, cor da moda, tendências, televisões que não duram mais que 5 anos, tudo plástico. Tudo tem que ser novo, moderno e contemporâneo! Jogue tudo fora, compre novo, só não esqueça de comprar uma lixeira maior!

Pessoas descartáveis, pegar 20 em uma balada, ter 1000 amigos no facebook e nem olhar na cara do porteiro. Todas as atitudes tem que ser modernas e despojadas! Quantidade sem qualidade. Sentimentos descartáveis. Não cultivar, descartar. Não respeitar, não amar, não pensar. Enxergar só o próprio umbigo. Esquecer os problemas do mundo.

A cultura é dos descartáveis. Embrulhe seu coração em um jornal e deposite na lixeira mais próxima. Embrulhe seu cérebro em um jornal e deposite na lixeira mais próxima. Não deposite nos recicláveis porque   nada se aproveita dessas partes das pessoas que vivem a cultura dos descartáveis. Vamos reutilizando o coração e o cérebro dos gênios do passado. Lidando com a solidão que impomos em nossas vidas. Achando que o problema é o mundo e não nós mesmos.

Que tal começarmos a reclicagem?!
Abandonar o medo de sermos diferentes e voltar a se importar com as pessoas?
AME! RESPEITE!

Comentários

Dama de Cinzas disse…
Muito bom esse assunto! Belo post! Eu sou a pessoa mais básica e que menos segue a moda que eu conheço... rs. Eu não sei tendência de quase nada em roupa. Eu passo na loja e se eu gostar da roupa e ela tiver uma cara que eu posso usar até ela ficar velha, sem problema de moda, é essa que vou comprar. Sempre escolho tudo pelo básico. E tem dado certo.

Quanto a música e outros gostos, eu consumo só que me agrada. Modismo acho coisa de quem não pensa... rsrs

Beijocas
Filha do Rei disse…
Parabéns pelos textos. Gostei m uito do teu cantinho. Bjs
Néia Lambert disse…
Muito bom o seu texto Patrícia!

Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Desconstruindo