A revolta

A revolta não presta para nada. A não ser que gere onda de modificação. Essa revolta que sentimos quando vemos mais a falta do que o todo. Ah! Essa manda embora! Essa vontade de chutar tudo. De se esconder no quarto feito adolescente rebelde. De gritar para ver se alguém te escuta, se te repara. Só cansa a alma. Devo estar cansada por isso. Ver o que está faltando.

Comentários

Olá,Patrícia!Que blog lindo!!!Acabei de conhecer seu blog e estou adorando! Suas postagens são muito bem construídas e seu blog é muito bem organizado.Você está de parabéns!Já estou lhe seguindo e te convido a visitar e seguir o meu blog também.Aguardo sua visita!
Bjs!
Zilda Mara
http://cacholaliteraria.blogspot.com/
Valéria Sorohan disse…
vc tá dizendo coisas que tão falando aqui dentro,e que provoca um barulhão danado.

BeijooO*

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Desconstruindo