Acreditar


São tantas as coisas que acontecem na vida da gente que nos levam a deixar de acreditar no bom. É um amigo que te decepciona. É um amor não correspondido. É uma morte. É uma doença. Um embarasso, um choro, uma tristeza. É a falta de amor. São todos os problemas, os medos, os desentendimentos. E vamos crescendo e acreditando cada vez menos que coisas boas acontecem. Acreditamos cada vez menos nas pessoas. Enfim, ficamos com o pé atrás. Mas eu não deveria dizer crescendo, deveria dizer envelhecendo, pois crescer é o contrário disso. Crescer seria utilizar essas experiências para fazer diferente. Acreditar que coisas boas acontecem, afinal, a vida dificilmente é uma sequência infinita de coisas ruins. E uma coisa boa sempre aconteceu: superamos todas as coisas "ruins" que nos aconteceram. Ou que trouxemos até nós. Ou que fizemos. É um exercício diário. Acreditar nas pessoas, e o mais difícil, acreditar em nós mesmos. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Um fuck pra sociedade!