Procura-se

O que me encanta nos relacionamentos é a capacidade que o outro tem de me fazer enxergar ou pelo menos pensar na minha vida. Perguntaram-me o que eu procuro. Passei um dia refletindo sobre isso...
Eu procuro momentos felizes. Eu procuro essa paz de estar de bem com a vida. De estar de bem com as pessoas.
Quero irradiar felicidade
Quero que cada palavra minha seja uma gota de luz
Eu procuro ir atrás dos meus sonhos. Eu quero ser uma ótima pesquisadora, fazer algo pelas abelhas e plantinhas.
Eu quero falar inglês, alemão, francês, espanhol e o que mais der tempo de aprender nessa vida.
Quero continuar usando as palavras pelos meus dedos
Quero ajudar meus amigos quando precisarem de mim
Quero me apaixonar e desapaixonar
Quero beijar, amar, abraçar, dar carinho... namorado, ficante, rolo, amigos, família! Quer melhor coisa que se sentir querida?
Eu não procuro casamento e filhos
Eu procuro alguém que não tenha medo de me conhecer e deixar se conhecer
Eu procuro o que me faça feliz nesse momento. Alguém que esteja disposto deixar rolar sem se preocupar com o depois...
O que eu procuro é tentar fazer o melhor de mim todos os dias, reconhecer meus erros e tentar mudar. Fazer e refazer.
Quero beijar o sol, andar na chuva, sentir o frio. Quero me imaginar nas nuvens. Quero ver mais flocos de neve. Quero ver um novo horizonte.
Procuro não inventar problemas, ser mais tolerante, confiar mais e desviar da raiva.
Só procuro meu lugar no mundo, mesmo que ele seja todos os lugares.
Afinal, animal migratório vive procurando onde morar, onde comer, onde dormir e onde amar.
Eu procuro viver em paz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Desconstruindo