Ai meus sais!

Segunda-feira. Email do editor da revista dizendo que o artigo não se encaixa na revista. Comecei então a mudar tudo para mandar pra outra. Fomos tentar achar besouros embaixo de madeira e afins. Andamos pela beira do rio enquanto a maré estava baixa. Foi bom, apesar das amigas moscas. No final ficamos sentados e jogando pedras na água para o Nelson tentar pegar. Ele ataca o splash da água e ficava chorando se a gente parava... tão engraçado!!!
Depois do almoço dormi. Aí terminei o artigo e mandei para outra revista. Internet, música...
Terça-feira. Só o Peter pode ir no helicóptero. Pouco vento, tinha que ter menos peso. Saco! Bom, fiquei fazendo relatório e depois do almoço fomos pegar o que tinha nas armadilhas que colocamos em York Factory. Voltei, arrumei minhas coisas... e é isso! Foi tão engraçado o Bownser me seguindo hoje... bonitinho! Depois ficou chorando na porta do meu quarto...
Quarta-feira. UHU! Dia de ir... Arruma o resto que falta e espera... o avião vinha 8h, depois 8:30, depois 9:45h. Ai que nervo!!! 9h saimos para colocar as coisas no bote e cruzar o rio. O céu estava tão lindo! Nublado, mas com raios de luz vindo por entre as nuvens...  e chuva longe. Adoro isso.
Esperamos o avião entre pernilongos hehehe Bora pra Gillam. Espera mais 2 horas. A moça da Calm Air vem me avisar que o avião está atrasado por causa de vento. OOOOOOOOOOO cacete! Atrasado quanto? 40 min... bom, tudo bem. Boa pra Winnepeg. Dessa vez a segurança nem fez nada! Bora pra Toronto. UFAAAA! Cheguei! Espera a van... aleluia! Passei na minha ex casa e o Dino foi me buscar. Que fofos os cachorros da irmã dele! Bom, o resto é censurado... mas resumindo, tudo lindo!
Quinta-feira. Passamos o dia juntos, fomos no lago de Guelph. 
A hora foi passando e foi ficando cada vez mais difícil só curtir a compania um do outro e não pensar no momento de dizer tchau. Tentamos salvar o ratinho que a gata atacou. Acho que conseguimos! :) É... há uma frase que pode explicar de maneira ótima como foi dizer tchau... foi foda! Tive que engolir o choro, entrar no bar e seguir em frente... uma cerveja por favor, é claro! Só o álcool mesmo... hahahaha
Sexta-feira. 3h da manhã e não consigo mais dormir. Levantei então... acho que hoje foi o dia das pessoas grossas. Justo quando eu estou uma manteiga derretida e nada grossa, ou seja, não estou no meu estado normal. O cara da van foi logo reclamando que dá próxima vez é pra eu avisar que vou ter bagagem extra e eu fui logo dizendo que eu tinha colocado no email e ele disse "mas não tem escrito na sua ficha" e eu disse "bom, fazer o que, eu avisei". Cacete! Aí vou eu... mal sabia o que me esperava...
Toda feliz fiz o check in e fui entregar as malas. E mais uma pessoa grossa. Foi logo me xingando praticamente porque eu não tinha visto americano, então não posso fazer uma simples conexão. Meu coração  quase saiu pela boca! E a vaca ainda sendo grossa... me disse para ir na United Airlines resolver, pedir para transferir o ticket para a Air Canada. Fui meio atordoada ainda e chego lá pergunto para a mulher do guichê se era com ela que eu tinha que falar sobre um problema com o meu ticket. Sim, infelizmente era. Disse que eu não sabia que eu precisava de visto para fazer uma conexão e perguntei o que eu poderia fazer. Ela já começou me dar um sermão, super grossa, dizendo que a culpa não era deles bla bla bla! Ai meus sais! Puta que pariu! Eu, nesse momento uma manteiga já derretida, disse que não estava culpando ninguém, que só queria saber o que eu tinha que fazer. E a vaca me xingando, dizendo que eu tinha que ir pedir um visto, queria saber pra quando mudar a passagem. Pirei! Como assim?! Sai de lá e liguei em casa. No guichê de informações pedi o número do telefone da embaixada, mas era muito cedo. Sai andando sem rumo, sem saber o que fazer, que vontade que um buraco se abrisse e me engolisse. Bom, respirei fundo e fui na Air Canada. Uma mulher tão gentil! Nossa! Aleluia! Lugar no vôo, só dia 27, terça, tudo bem vai, pelo menos chego para a palestra. Me disse para tentar na United mudar a passagem para a Air Canada e se desse certo que cancelaria o ticket, já que foi emitido hoje. E se não desse para eu tentar o ressarcimento.
Lá vai eu falar com a vaca da United de novo. Não podia mudar, mas ela disse que faria o ressarcimento total e não me cobraria multa! O que?! Virge... pelo menos é uma vaca grossa que fez uma coisa ótima hahaha E no meio do meu atendimento foi grossa com outros dois clientes hehehehe Mas tudo bem. Voltei na Air Canada e e mulher colocou na minha ficha que eu podia ficar em "stand by"... praticamente um aparelho eletrônico! Mas só mais tarde.
Decidi ir comer. Entrei em um lugar e a mulher já foi sendo grossa me mandando sair com o carrinho de bagagem porque era perigoso para a segurança dos clientes. Puta que pariu! Foi a gota d' água! Fui para um banco escondido e chorei, chorei, chorei, nem sei por quanto tempo...
Por que as pessoas são assim? É por isso que eu trabalho com os bichos... se não sabe lidar com gente, vá trabalhar no açougue e descontar sua raiva no que já tá morto! Vacas... aposto que é falta de um bem grande! hahahaha
Bom, depois de chorar quase tudo fui comer, achei um lugar que podia entrar com o carrinho e mesmo sem ter placa perguntei, né, porque no outro lugar não tinha aviso e não podia. Aí fiquei na internet, música, bla bla bla. 22h fico sabendo se vou ou não para o Brasil! Torcendo! Se não for... de volta para Guelph!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Um fuck pra sociedade!