Saudades... ainda só sinto falta.

Há 13 dias deixei o Brasil. E já sinto falta de algumas coisas.
Das pessoas nem preciso falar, claro! Por mais que a gente conheça gente nova, pessoas com as quais tenho me sentido tão confortável e que sei que vou sentir falta depois, ninguém nunca substitui ninguém e as coisas que já vivi. As relações são construídas dia a dia e todo começo é difícil. Em muitos momentos fico na dúvida sobre como agir com culturas diferentes ao meu redor. Se vou ser inconveniente ou não. Até agora está indo tudo bem e aparentemente as pessoas estão gostando de me ter por perto, mas sempre ficamos inseguros, não é?
Embora eu fale inglês relativamente bem, muitas vezes é difícil entender o que as pessoas estão dizendo. Ainda bem que a dificuldade é maior da minha parte em entender os outros do que os outros me entenderem. Palavras agrupadas, gírias, rapidez... e muito tempo lendo só artigos me levaram a esquecer algumas palavras básicas do dia a dia. Lentamente tudo está retornando e está ficando difícil pensar em português. Tenho pensado em inglês cada vez mais. Sinto falta de entender as coisas sem ter que prestar atenção nelas.
Não tenho sentido falta da comida porque até que é bem parecida. Não tem o típico feijão com arroz, mas eu não como muito feijão mesmo. As pessoas comem diferente no sentido de que o almoço é só um lanche rápido, mas tenho conseguido manter os meus padrões e não tenho comido tão diferente. Sinto falta da cozinha de casa, de ter tudo que preciso, de saber se o que eu estou comprando é o que penso ser mesmo. Nunca vi tantos tipos diferentes de leite! Hahahaha o que seria um evaporated milk?! Logo vou querer comer esfiha hahahaha
Sinto falta do meu quarto, da minha escrivaninha, da minha cama, das fotos no mural. Da sala. Da minha cia de casa... antiga e da nova que desfrutei por pouco tempo. Me sinto confortável e a vontade na nova casa, mas como vou mudar para outro lugar essa semana, sempre sinto como se estivesse em um hotel ou algo assim.
Sinto falta do meu carro!!! Como sinto falta de dirigir!!! Da independência, da liberdade, do conforto! Ai flecha de prata, que saudade! Acho que essa foi a primeira coisa de que senti falta hahahaha Os ônibus são bons aqui, mas quando fico esperando no frio sempre lembro do flecha!
Sinto falta de poder ligar pra Milena e combinarmos de ir pro VD! Sinto falta de poder ligar e combinar de ver as meninas, Márcia, Elisa, Marina... mesmo que de vez em quando!
Sinto falta dos almoços na USP. Dos almoços com a Yara e a Claudia, e pouco antes de eu vir, com meu irmão, na química. Dos almoços no laboratório da Alguém. Longas conversas, muita risada. Ivana falando do príncipe e dos sonhos, Kelps das histórias de família, Couve sempre elétrica... Também sinto falta dos intervalos do lab, ficar conversando lá fora, vendo os micos. Sinto falta das abelhas sem ferrão e outros bichinhos daí. Sei que quando voltar vou sentir falta dos esquilos... tão fofos pulando!
Sinto falta da estufa e do trabalho. Pelo menos aqui nesse laboratório tão silencioso e sem internet no meu computador estou colocando muita coisa em dia! Ainda bem que logo começo a trabalhar na estufa com as abelhas aqui!
Sinto falta de poder pensar em quando vou para Sorocaba ver todo mundo. Pai, mãe, vô, tio, tia, primos, amigas, cachorros! Sinto falta de ficar a semana inteira combinando com a Re o programa do tão esperado dia em que vou estar em Sorocaba. É ruim pensar que quando eu estiver morrendo de saudade não vou poder pegar o flecha e ir para lá no fim de semana. Mas é um sacrifício que trará recompensar, tenho que pensar assim!
Por enquanto só sinto falta de todas essas coisas e das muitas que devo ter esquecido de citar aqui. Daqui um tempo vou estar com saudade... e mais algum tempo vou estar morrendo de saudade! Mas o tempo voa e sei também que logo toda essa aventura em um país diferente (não tanto assim) vai ter acabado e eu vou estar sentindo falta, depois com saudade e depois morrendo de saudade dessa época. Espero saber aproveitar bastante e não deixar que toda a saudade atrapalhe... vou precisar da ajuda de todos daí para isso e de muita força! Como diz o Rei: é preciso saber viver... é do Rei mesmo né? hehehehe


Comentários

Olá, não te conheço mas vi que gosta das abelhas sem ferrão, nativas do nosso país, se quiser saber mais sobre esse ótimo assunto entra nesse blog: www.meliponariodosertao.blogspot.com

É minha vida e minha paixão.

att,

Kalhil Pereira França
Mossoró-RN
Renata disse…
Oiii amiga linda!!!
Que saudade é essa não???Difícil controlar...sinto falta dos seus e-mail's diários, dos nossos "papos cabeça" e das besteiras tb claro!!!rs
Sinto falta do seu abraço apertado qdo ficamos 1 mês sem se ver...
Mas vc tá aí pra realizar um sonho profissional e pessoal!!!Deus com certeza vai te dar forças pra aproveitar ao máximo essa oportunidade única e tudo vai dar muito certo aí!!!
Fico aqui na torcida...todos os dias!!!
Te amo, beejoo.
Patricia disse…
Nossa Pa, é tao bom ler suas historias e ver que tudo que passei no começo foi normal, pois vc esta passando pela mesma coisa.... no começo temos saudades de tudo, tuuudooo mesmo!! mas depois com o tempo aprendemos a lidar com isso....qd vc estiver começando a aprender, vai voltar pra casa !! ai vai compeçar a sentir saudades de tudo que passou ai... nao adiante, sempre sentiremos falta daquilo que deixamos pra tras!! Força amiga!! tudo isso vale a pena!!
beijossss!!

ps- nao da pra trocar esse fundo preto do seu blog?? faz mal pros zoiosss, hehehehe.
Mariana disse…
Olá! Tb tenho saudades da minha cia de casa, nada contra a nova cia..hehe. Adorei a citação do Rei, é dele sim... q lindo!
Mas abstrai a saudade daqui e curte muito, q voaaaaaaaaaaaa....... bjao
Marcela disse…
Uai menina! Estava aqui visitando o meu orkut e vi fotos lindas adicionadas em "Canadá"?!?!?! Que boa nova!!! Daí visitei sua página e vi o link para o blog! Amei!
Depois passo,leio mais e comento mais! Sempre achei que essas experiências precisavam ser divididas!
Mas aguenta a barra aí. Saudades apertam mesmo, mas que bom que tem pessoas, locais e coisas especiais para sentir saudades, né?
Sucesso para vc! E curta tudo mesmo!
Beijão
Marcela Yamamoto
Uberlândia-MG
Nathália Santos disse…
Véiaaa
Estou adorando saber como estão seus dias por aí!!Continue!!
Essa experiência deve ser um turbilhão de sentimentos mesmo....a saudade misturada com o novo...=)) Mas acho que você está aproveitando, apesar de se sentir sozinha de vez em qnd....e tenho certeza que vai aproveitar muito mais!!!
Estou adorando todas as suas fotos...fiquei imaginando você caminhando por essas ruas, e a casa que você está é muito charmosaaa!! Adorei!!
Mando daqui pensamentos positivos e muita energia boa pra você!!!

Kisses

Couve

Ps: Me definiu muito bem com o couve sempre elétrica!!Adorei ahua

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Desconstruindo