Primeira abelha da primavera

Hoje foi um dia estranho.
Acordei depois de um sonho que ficou na minha cabeça o dia todo, uma sensação de verdade, sabe.
Fui para a estação de carona, ia levar o laser. Não é a toa que não gosto muito de ficar perto dela, ela odeia tudo por aqui.
De manhã fiz o poster para a Agrishow.
No almoço resolvi ser cara de pau e sentar com umas pessoas. Gostei deles, duas moças e um moço. Foram muito simpáticos, até jogamos baralho! É... sempre quebrando meus limites. Lembro que na minha infância cigana demorava meses para fazer amizades porque era tímida e nunca falava com ninguém. Sem tempo para frescura nos quase 30.
Depois do almoço fui com o prof. Les ver as plantas e pedir para os técnicos arrumarem umas coisas. Amanhã de manhã tenho que ver a quantas andas e cobrar o que precisa ser feito, afinal, logo chegam minhas colônias! Outro limite meu a ser quebrado. Odeio cobrar as coisas dos outros, mesmo quando é obrigação deles! Mas tenho que aprender isso, né! Vai que um dia viro chefe! hehehehe
Passei o resto da tarde analisando vibração:
Essa é uma bonitinha, tem umas que são de lascar! Dá o maior trabalho! hehehe
Voltei para a casa... tomei um iogurte e fui para a academia.
Que beleza!
Agora tem muitos passarinhos cantando por aqui! Tão lindo! Tantos sons que nunca tinha escutado!
Os esquilos como sempre...
E tudo ficando mais colorido! Novas flores nos gramados... além de alguns arbustos, as flores que as pessoas estão plantando em seus jardins... uma graça!
E na volta da academia uma surpresa! Pena que não estava com a câmera!!!
A PRIMEIRA ABELHA DA PRIMAVERA! Pelo menos a que vi fora da estufa hehehehe
Linda! Toda peludinha, amarelinha!
Passei em uma lojinha que tem quase de tudo (menos a tinta que queria para marcar as abelhas) e fiquei na tentação. Se comprasse dois sacos de Ruffles (os sacos daqui são enormes) ganhava uma pasta de cebola da Ruffles mesmo... fiquei lá me torturando, pensando nos pneus, na malhação e na danada da gula que vem atrapalhar. Parecia aqueles desenhos que ficava o anjo e o diabinho do outro lado. Acho que peguei e devolvi o pacote umas cinco vezes. Mas o anjinho venceu! Eu não comprei os dois... só um hahahahaha Mas deixei no armário lá embaixo e só vou comer um pouco de cada vez e só no fim de semana! Quero voltar melhor para o Brasil, em todos os sentidos! hehehehe
E assim foi o dia... momentos bobos, momentos de admiração de biólogo, momentos que me bate um desesperosinho lá no fundo por ter muita coisa para fazer e só mais 3 meses aqui... mas que as abelhas são lindas, são mesmo!

Comentários

Renata disse…
Quebrando limites então?Muito bom ler isso...eu ainda sou um pouco "travada", mas sinto q os 30 me fizeram mudar bastante...hehe
Que bom q a primavera está colorindo seus dias!!!
Enquanto isso, aqui chove e faz frio...rs
Fiquei com vontade de comer rufles...hahahahaah
Beejoo.
Milena disse…
Paty!
Acho que é por isso que a gente ficou amigas tão rápido, somos muito parecidas!
Essa timidez tbém me mata, e eu tbém tenho que quebrar barreiras aqui, para não ficar tão sozinha.
A secura do inverno aqui tbém já está se transformando, legal ver essas mudanças que não são tão marcadas no Brasil, né?
Força aí, amiga! E eu aqui!
Bjs...

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Desconstruindo