Ressaca 101

Assunto cotidiano.

Janeiro. 4 finais de semana. 4 ressacas. Isso pára já! Se o ano inteiro for assim 2012 realmente será o fim do mundo. Pra mim.
O pior é quando tudo começa a ficar fragmentado. Algumas imagens sem som. Algumas sons sem imagens. Metade de conversas. Períodos dos quais não lembro nadinha.
Acordei no meio da noite e não lembrava onde estava. Estou em Porto Alegre? Não, já voltei faz uma semana. Estou em Sorocaba? Abre o olho! Ah, to em Ribeirão. Levantei e fui ao banheiro. Nossa, que dor na perna. Olho no espelho. Cristo! O que eu fiz? Por que to roxa? Pensei, pensei... ah é! Eu escorreguei e cai.
Voltei pra cama tentando lembrar das coisas. Lembro que voltei para casa, de eu descendo a rua indo para a esquerda, para a direita, torta, literalmente. Não lembro de entrar em casa. Não lembro de ter tirado a roupa. Aliás, demorei para achar o vestido. Cabeça de gente embriaga é estranha. Tinha guardado em uma gaveta da cômoda. O motivo, sei lá.
Bom, dessa vez é só tontura e estômago podre. Sem dor de cabeça! Ufa!
E o bom foi ver todos os meus amigos da graduação. Ai que saudade dessa galera viu! Faltou alguns, mas... foi demais!



Essa foto mostra meu naipe... e ainda era dia!



Só espero não ter falado/feito muita merda. Desculpa aí gente! Fico muito sincera, sabe.

Comentários

Aline Aleixo disse…
hahahahahaha... Fica mto sincera mesmo, dp te conto... hahahahhaa

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Um fuck pra sociedade!