É você

Sempre que escuto histórias de amor elas começam por "quando olhei para ele, sabia que era ele" ou "eu não gostava dele no início, mas passei a amá-lo com o tempo". Acho que são as duas únicas opções. Já tive o "eu não gostava dele no início, mas passei a amá-lo com o tempo". Será que agora é a vez do "quando olhei para ele, sabia que era ele"? Essa sensação de que é ele... me enlouquece. É imaginação? É romantismo? É falta de confiança? É duvidar do destino? É duvidar do meu sexto sentido?
Já me disseram que vou saber quando encontrar o tal. Será que é disso que estavam falando? Devo pagar para ver?
Eu, justo eu, uma pessoa racional nas questões do amor. Já fiz umas burrices, mas nunca coloquei o meu futuro em prol do amor. Sempre encarava como se o amor estivesse no caminho do meu futuro, então desviava do amor para chegar lá. Será que agora devo desviar o futuro para o amor estar no caminho? Não me tornei passional a ponto de jogar o futuro pela janela, escolher pelo amor somente, mas será que vale a pena tentar ajustar as duas coisas?
Agora não adianta mais. Já estou pensando seriamente em fazer isso. É apenas o diabinho brigando com o anjinho. Só estou me enganando, tentando me convencer de que não é isso que eu quero fazer. Tentando voltar a ser a garota quebra-cabeças de antigamente. A garota de agora tá a fim de seguir o instinto ao invés da razão. Seguir o coração (isso me dá muito medo, coração é burro). Se eu conseguir unir os dois e essa sensação de que ele é o bam bam bam do meu mundo for apenas ilusão, ainda assim saio no lucro. Então... qual é o grilo?
É a decepção? É o medo? É descobrir que seu sexto sentido (que acertou em 99,9% das vezes nessa vida) está errado? É não querer admitir o que sente? É não querer admitir que você vai fazer uma escolha baseada (grandemente) no "he is the one"?
Ah, não seria mais fácil ser menos certinha?! Não seria mais fácil admitir que você quer fazer uma vez na vida uma loucura por amor?
Me sinto tão idiota... por que sempre me sinto idiota quando o assunto é amor? Como se amar fosse uma idiotice... quem foi o fdp que plantou isso em mim?!!! Preciso de terapia pra descobrir isso... porque é tão difícil admitir quando eu amo.

Combina com as músicas de Karin Krog que estão aqui no blog...


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A importância que damos às pessoas

página em branco

Desconstruindo